Justiça Restaurativa Nas Medidas Socioeducativas em Busca de Mudança de Paradigma para uma Cultura d

Minha experiência com Comunicação Não Violenta iniciou em 2014, quando fui apresentada à Justiça Restaurativa. Participei de cursos que contribuíram para minha vida profissional, mas também minha vida pessoal, familiar, laços de amizade, minha vida cristã, cidadã, etc. Os conceitos da CNV contribuem cotidianamente para aprimorar o processo de escuta e empatia, principalmente com o público adolescentes em conflito com a lei. Precisamos contar com a CNV para construir uma sociedade baseada no diálogo, empatia, cuidado e tantos outros adjetivos que contribuem para uma cultura de paz. A Justiça Restaurativa nas Medidas Socioeducativas, como ferramenta para tratar fenômenos de conflitos e violên

Carta aberta ao meu pai

Interessante, pai, eu nunca consegui entender muito bem por que você sempre valorizou a escrita. Seja ela nos livros, nos estudos, nos jornais, nos recadinhos de afeto. Quantos jornais acumulados em sua estante que, quase começa a esmorecer de peso, mas se lembra, altiva e forte, que o acúmulo de conhecimento em cima dela é um peso bom e gostoso a ser suportado! Lembro-me bem que sempre insistiu para eu deixar uma dedicatória nos livros que te dei; você sempre me escreveu cartões, recados e carinhos em forma de letras. Hoje, ano em que já não utilizo mais tanto a escrita em minha vida para esses pequenos afetos cotidianos, acho que entendi um pouco, essa razão da importância da escrita. Para

publicações Em Destaque
publicações Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

Acesse

curta a escola

gostou da escola?

Assine nossa newsletter e receba nossa agenda e conteúdos de empatia!

contato

escoladeempatia@gmail.com
Belo Horizonte, MG, Brasil.
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.