16 princípios para a construção de uma sociedade justa, sustentável e pacífica

April 22, 2018

 

No dia da terra separamos 16 princípios para construirmos juntos uma sociedade justa, sustentável e pacífica. Estes princípios fazem parte da Carta da Terra, uma declaração que busca inspirar todos os povos a um novo sentido de interdependência global e responsabilidade compartilhada.

 

OS 16 PRINCÍPIOS:

 

1. Respeitar a Terra e a vida em toda sua diversidade.

 

2. Cuidar da comunidade da vida com compreensão, compaixão e amor.

 

3. Construir sociedades democráticas que sejam justas, participativas, sustentáveis e pacíficas.

 

4. Garantir as dádivas e a beleza da Terra para as atuais e as futuras gerações.

 

5. Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial preocupação pela diversidade biológica e pelos processos naturais que sustentam a vida.

 

6. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limitado, assumir uma postura de precaução.

 

7. Adotar padrões de produção, consumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário.

 

8. Avançar o estudo da sustentabilidade ecológica e promover a troca aberta e a ampla aplicação do conhecimento adquirido.

 

9. Erradicar a pobreza como um imperativo ético, social e ambiental.

 

10. Garantir que as atividades e instituições econômicas em todos os níveis promovam o desenvolvimento humano de forma equitativa e sustentável.

 

11. Afirmar a igualdade e a equidade de gênero como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso universal à educação, assistência de saúde e às oportunidades econômicas.

 

12. Defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social, capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, concedendo especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias.

 

13. Fortalecer as instituições democráticas em todos os níveis e proporcionar-lhes transparência e prestação de contas no exercício do governo, participação inclusiva na tomada de decisões, e acesso à justiça.


14. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável.

 

15. Tratar todos os seres vivos com respeito e consideração.

 

16. Promover uma cultura de tolerância, não violência e paz.

 

 

Para a carta da terra, estes compromissos somente serão possíveis se estivermos dispostos a mudar nossa mente e coração. "Requer um novo sentido de interdependência global e de responsabilidade universal.". E termina assim:


"Que o nosso tempo seja lembrado pelo despertar de uma nova reverência face à vida, pelo compromisso firme de alcançar a sustentabilidade, a intensificação da luta pela justiça e pela paz, e a alegre celebração da vida."

 

<3

 

Quais ações podemos adotar, como podemos nos unir para cuidar da nossa Terra?

 

Leia a carta completa: http://www.mma.gov.br/estruturas/agenda21/_arquivos/carta_terra.pdf

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

45 dias sem pisar e aprendendo sobre conflitos

August 12, 2019

1/1
Please reload

June 20, 2018

Please reload

Acesse

curta a escola

gostou da escola?

Assine nossa newsletter e receba nossa agenda e conteúdos de empatia!

contato

escoladeempatia@gmail.com
Belo Horizonte, MG, Brasil.
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.