"Um amor, mil casamentos": uma leitura sobre a escravidão emocional

A Netflix está se baseando no livro de Marshall Rosenberg (Comunicação Não-Violenta: Técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais) para fazer seus filmes? Parece que sim - pelo menos é isso que parece ser no filme "Um amor, mil casamentos", do diretor Dean Craig. Neste texto, vamos ver o processo de escravidão emocional à libertação emocional acontecendo com o personagem principal, Jack (Sam Claflin, mesmo ator de "Como eu era antes de você"). Antes de continuar lendo este texto, indico que assista ao filme, pois podem haver alguns spoilers! O gênero do filme, creio que seja comédia romântica. Fiquei em dúvida, pois não é bem daqueles filmes que fazem você morrer de rir e

publicações Em Destaque
publicações Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

Acesse

curta a escola

gostou da escola?

Assine nossa newsletter e receba nossa agenda e conteúdos de empatia!

contato

escoladeempatia@gmail.com
Belo Horizonte, MG, Brasil.
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.